[bra'ziw]

Idiomas e Intercâmbios

Para refletir

[bra'ziw] - Idiomas e Intercâmbios - Para refletir
Visite nossa página no Facebook


Para refletir

Por quê fazer um intercâmbio?

Muito se fala sobre a importância de uma experiência de um intercâmbio no exterior, mas pouco se ouve sobre os benefícios desta ação ao retornarmos ao país de origem.

Ir ao exterior para realizar qualquer tipo de intercâmbio, seja profissional ou para adquirir conhecimento de uma nova língua, ou até mesmo para passar por um processo de aprendizagem pessoal e de vivência com outras culturas, já é, por sí só, um grande benefício.

É evidente a crescente demanda por seres denominados “críticos pensantes”, ou seja, pessoas que não apenas acatem ordens, mas que reflitam, sugiram e interajam. Participar de um intercâmbio é uma experiência transformadora.

 


A falta de uma consultoria dedicada e experiente na escolha do seu intercâmbio pode fazer com que a experiência seja pouco aproveitada.

O estudante que sai do Brasil, por exemplo, não tem muito claro o que esse conhecimento poderá agregar-lhe. E o dinheiro gasto, muitas vezes com tanto sacrifício, é desperdiçado por falta de um planejamento adequado e gerenciamento de expectativas.

Antes de buscar uma oportunidade de estudo em outro país, é preciso analisar todos os fatores envolvidos, desde os cursos oferecidos e as oportunidades de trabalho até a integração cultural de forma que, ao retornar, a experiência consiga, de fato, agregar todo o valor desejado.
Independentemente da profissão ou tipo de carreira que uma pessoa escolha, a experiência no exterior transforma sua visão de mundo e impacta positivamente suas escolhas futuras.
 

R: A morte da Princesa Diana.

Uma princesa inglesa com um namorado egípcio tem um acidente de carro dentro de um túnel francês, num carro alemão com motor holandês, conduzido por um belga, bêbado de whisky escocês, que era seguido por paparazzi italianos, em motos japonesas. Ela foi tratada por um médico canadense, que usou medicamentos americanos. Você esta lendo agora, usando tecnologia americana e, provavelmente, você está usando um computador genérico que usa chips feitos em Taiwan e um monitor coreano montado por trabalhadores de Bangladesh, numa fábrica de Singapura, transportado em caminhões conduzidos por indianos, roubados por indonésios, descarregados por pescadores sicilianos, empacotados por mexicanos e, finalmente, vendido a você por chineses, através de uma conexão paraguaia.



Isto é GLOBALIZAÇÃO. Para entender melhor este mundo aprenda idiomas e viaje!

 

Por onde começar?

Muitos estudantes têm dificuldade em estudar idiomas. Alguns simplesmente não sabem por onde começar. Na verdade, é a união destes quatro temas que fará com que o aluno domine de uma certa forma a língua inglesa.

  • A gramática permitirá que o aluno comece a organizar as idéias e a construir frases;
  • Pensar no idioma e não simplesmente "traduzir" fará com que o estudante memorize o vocabulário além de treinar a leitura e a escrita;
  • A conversação dará ao aluno mais confiança, além de melhorar a pronúncia;
  • Ao construir e interpretar textos, os alunos poderão aplicar todo o conhecimento da língua.


Claro que para um bom resultado é preciso que o aluno tenha realmente interesse e empenho nos estudos!

 


Prepare-se para o mundo!

O numero de brasileiros que foram estudar no exterior bateu recorde em 2016. São mais de 240.000! Entre 2010 e 2016 este número cresceu 45%. Desde 2000, o numero de pessoas fazendo curso fora da sua terra natal chegou a 5 milhões.

A globalização é fato, assim como as culturas, os mercados, os povos e as experiências profissionais. Tudo isso não está mais limitado a um único espaço geográfico. Quanto mais longe estamos de casa, mais perto estamos de uma grande comunidade.

Nada mais nos separa. Nem mesmo os hábitos, as línguas e as aspirações. Para se sair bem diante desse universo de oportunidades, você precisa se preparar.
 

 



Uma excelente opção para qualquer idade!

Deixar temporariamente o país para estudar um idioma estrangeiro ou realizar um curso de especialização pode ser um bom investimento na carreira.

Em qualquer idade. Adicionar a palavra "intercâmbio" no currículo indica versatilidade, bagagem cultural, autonomia e experiência internacional.

Apesar disso, é preciso escolher bem o momento para a viagem - e pesar prós e contras.

 

 

 

 


Inglês e francês, uma necessidade!

Não há mais questionamentos da necessidade do sabermos outros idiomas.

O mundo literalmente não tem fronteiras. Uma em cada quatro pessoas no mundo fala inglês com competência.

Mais de 200 milhões de pessoas falam francês nos cinco continentes.

O francês é a língua estrangeira mais estudada depois de inglês.

Mesmo que seja para uma simples viagem de turismo, o ideal é ter um conhecimento intermediário para poder aproveitar todas as maravilhas do passeio.