[bra'ziw]

Idiomas e Intercâmbios

Por que estudar francês

[bra'ziw] - Idiomas e Intercâmbios - Por que estudar francês
Visite nossa página no Facebook

Por que estudar francês

Há muito tempo a França e a língua francesa encantam os brasileiros.

 

Como explicar esse fascínio? 

Seria por causa da sonoridade aveludada em contraste com aqueles erres inconfundíveis?

Ou talvez seja a influência dos grandes nomes da filosofia, da literatura e da pintura em nossa maneira de ver e de pensar o mundo?

 

Quem sabe ainda esse interesse não se traduza por um perfume de lavanda, por um gostinho de camembert ou pelas cores de um cabernet-sauvignon? 

As razões para amar essa língua são mesmo numerosas e pretendemos aumentar a sua lista! O ensino do idioma e a cultura andam de mãos dadas.

Segundo a Embaixada da França no Brasil, 200 milhões de pessoas no mundo têm o idioma como segunda língua. Juntamente com o Inglês é a única língua presente em todos os continentes; 

                                           

  • O ensino superior na França é essencialmente público e, portanto, gratuito.
  • Qualquer estudante brasileiro que tenha obtido aprovação no vestibular em uma faculdade reconhecida pelo MEC pode candidatar-se para estudar numa universidade francesa.
  • É possível candidatar-se para estudar num estabelecimento de ensino superior francês nos diferentes níveis: graduação, mestrado ou doutorado.
  • Cerca de 12% dos estudantes na França são estrangeiros.
  • O estudante brasileiro usufrui das mesmas condições que o francês: paga a mesma taxa de matrícula, tem direito a um auxílio-moradia.
  • Existem vários programas de bolsas para estudar na França, vários acordos de cooperação universitária.
  • As melhores escolas (UNICAMP, Politécnica da USP, FGV-EAESP, PUC-SP) assinaram acordos de duplo-diploma com universidades francesas, através dos quais, fazendo uma parte do curso lá, o estudante termina seus estudos obtendo os dois diplomas.
  • Aprender francês é descobrir um novo universo cultural, em vários aspectos: artes visuais, artes plásticas, literatura, turismo, gastronomia, moda, design, cinema entre outros.
  • O francês é falado em 56 países e nos 5 continentes. É uma das línguas oficiais da cultura, do turismo, da ciência e tecnologia, dos negócios, do esporte e da diplomacia.
  • Mais de 20% da população Canadense fala francês
  • É a língua do trabalho e língua oficial na ONU, na União Europeia, na UNESCO, na OTAN, no Comitê Internacional Olímpico, na Cruz Vermelha Internacional, etc., bem como em várias instâncias jurídicas internacionais.
  • O fato de nem todos falarem francês (diferentemente do que ocorre com o inglês) faz com que dominar essa língua torne-se uma vantagem suplementar no âmbito profissional.
  • Mais de 600 empresas francesas estão instaladas no Brasil. A França atualmente é um dos maiores investidores estrangeiros em nosso país.
  • Pesquisa realizada pela Catho, em sua base de anúncios de empregos abertos, identificou que o francês é a língua mais pedida, depois do inglês e do espanhol. Confira a baixo, os cinco idiomas que mais surgiram nos requisitos de vagas de emprego.

            Idiomas/Número de vagas com a exigência:
            Francês 1.074
            Japonês 160
            Alemão 153
            Italiano 112
            Chinês 37

 A Catho também monitorou as línguas estrangeiras, além de inglês e espanhol, mais presentes nos currículos dos usuários do site. De novo o francês aparece em destaque. Os idiomas mais falados depois do inglês e do espanhol são o francês, italiano, alemão, japonês e chinês.